TV de Plasma: vantagens e desvantagens. Aprenda a escolher.

Você provavelmente já ouviu por aí que TVs de plasma estão ultrapassadas e que o lance agora é comprar uma TV LED, que essas sim são o que há de mais avançado no mercado de TVs. Mas saiba que não é bem assim. TVs de plasma ainda podem ser uma ótima escolha e, em alguns casos, são ainda de longe a melhor escolha.

Como tudo na vida, as TVs de plasma tem vantagens de desvantagens. Veja abaixo informações e dicas sobre a tecnologia para tirar suas dúvidas e ajudar a escolher melhor sua próxima TV.

Como funciona uma TV de Plasma

A idéia aqui não é mostrar detalhes técnicos, mas uma pequena explicação sobre a tecnologia é necessária.

As TVs de plasma são formadas basicamente por milhões de pequenas “lâmpadas florescentes”. Cada ponto (ou pixel) da tela é uma pequena fonte de luz, que acende ou apaga (ou fica em um estado entre aceso e apagado) independentemente dos outros. O processo de iluminação se dá por estímulos elétricos de gases no interior dessas pequenas lâmpadas. Mas não vamos complicar, o básico é isso: plasma tem luz própria em cada ponto da tela.

Vantagens das TVs de Plasma

Melhor qualidade de imagem, em geral: embora isso não seja 100% verdade, e algumas TVs de plasma mais baratas possam ter imagens de menor qualidade que TVs LCD / LED mais avançadas, no geral uma TV de plasma terá qualidade de imagem superior, principalmente em ambientes com bom controle de iluminação. Isso se dá por alguns fatores:

  • Pretos mais pretos: Como cada ponto da tela de uma TV de plasma é iluminado individualmente por sua própria luz, em geral essas TVs podem exibir um nível de preto muito melhor que TVs de outras tecnologias. Melhor nível de preto significa um passo em direção à fidelidade da imagem exibida na tela em relação à imagem real. Quanto mais preto o preto, melhor.
  • Maior ângulo de visão: As TVs de plasma não perdem qualidade, definição de cores e outras propriedades da imagem quando vistas de ângulos mais abertos. Em TVs LCD / LED (com exceção para alguns painéis IPS) se você assiste a TV posicionado em um ponto distante do centro da tela, a imagem começa a ficar pior, com cores apagadas e, em determinado ponto, a imagem se perde completamente. Nas plasmas isso não acontece.
  • Melhor definição para imagens em movimento rápido: Embora as novas TVs LCD / LED tenham melhorado muito nesse quesito, com taxas de atualização de 120Hz, 240Hz e até mesmo 480Hz em alguns casos, as TVs de plasma ainda são melhores em exibir imagens que se movem rapidamente, como em esportes e filmes de ação. As TVs LCD / LED tendem a “borrar” a imagem quando em movimento rápido.

Resistência da tela: se você tem crianças em casa, assim como eu, você sabe que elas vão querer riscar, bater, jogar as coisas na TV e o que mais a criatividade delas conseguir inventar. As TVs de plasma tem a tela revestida externamente por um vidro bem resistente, bem mais resistente que o material que reveste as LCDs (há exceções, claro), então considere uma plasma nesse caso.

Preço: Principalmente em TVs com telas maiores do que 40″, as plasmas costumam ser mais baratas do que LCDs / LEDs de tamanho equivalente.

Desvantagens das TVs de plasma

Maior consumo de energia: O que consome energia em uma TV é basicamente a iluminação. Como as plasmas são totalmente iluminadas e tem controle de iluminação em cada ponto da tela, o consumo de energia dessas TVs é bem maior do que uma equivalente de LCD. Uma plasma chega a gastar quase 50% mais energia que uma LCD. Se compararmos com uma LED a diferença pode ser ainda maior, em alguns casos a plasma pode gastar quase o dobro de uma LED. Essa diferença vai pesar bastante no seu bolso, principalmente se deixar a TV ligada o dia inteiro, então avalie com cuidado.

Peso: TVs de plasma são mais pesadas que LCDs / LEDs. A diferença pode ser de 20% ou até mais. Em geral isso não deve ser um grande problema, mas avalie na hora de comprar, principalmente se desejar fixar a TV na parede com um suporte.

Disponibilidade de tamanhos menores: TVs LCD estão disponíveis em todos os tamanhos, mas as plasmas, salvo raríssimas exceções, estão disponíveis apenas a partir de 42 polegadas. Para a sua sala uma TV de 42 ou mais polegadas pode ser ideal, mas para o seu quarto, que em geral costuma ser um cômodo bem menor, uma TV tão grande assim pode ser um pesadelo na hora de instalar e uma dor de cabeça (literal) por assistir de muito perto. Se você quiser uma TV de 32 polegadas, por exemplo, que é o tamanho de TV mais popular no Brasil hoje em dia, vai ser obrigado a escolher uma LCD ou uma LED, não tem jeito.

Espessura: Sabe essas TVs ultra-finas que você vê por aí? Então, nenhuma delas é plasma. TVs de Plasma tem maior profundidade, até pela natureza da tecnologia. Então se você quiser uma TV para pendurar como um quadro na parede da sala, plasma não é pra você, amigo, infelizmente.

Desempenho ruim em ambientes muito iluminados: O ambiente ideal para uma Plasma é em um cômodo onde a incidência de luz direta no aparelho pode ser controlada. O vidro que reveste a tela da TV costuma ser muito reflexivo, portanto luz direta na TV vai comprometer a qualidade da sua experiência.

O famigerado burn-in

Burn-in é o efeito de permanência de uma imagem na tela indefinidamente. Em algum grau, toda tela está sujeita a burn-in. Até mesmo os velhos televisores CRT (aqueles de tubo, que muito provavelmente você ainda tem por aí ou tinha até bem pouco tempo atrás) exibiam esse efeito em determinadas situações.

O burn-in acontece quando uma imagem parada é exibida na tela por longos períodos. Marcas-d’água de canais de TV, elementos de interface de jogos, etc, são os vilões nesse caso.

O senso comum é de que as TVs de plasma tem muito problema de burn-in, e isso já foi verdade há dois ou três anos atrás. As TVs de plasma mais modernas e de boas marcas, que você encontra no mercado hoje em dia tem esse efeito muito reduzido e chegam a ter a mesma propensão a burn-in do que outras TVs equivalentes. Portanto não se preocupe. Se você estiver comprando uma TV de plasma fabricada nos últimos 2 anos e de uma boa marca, você não vai ter problemas com burn-in. Eu prometo.

Quais são as boas marcas de TVs de Plasma?

No Brasil você não vai ter dificuldades para escolher uma TV de plasma, pelo menos na hora de decidir que marca comprar. Apenas três marcas ainda fabricam TVs com a tecnologia: Panasonic, Samsung e LG. Aliás, mesmo fora do Brasil essas são as três marcas que sempre figuram nas listas de melhores TVs, portanto não compre uma plasma que não seja de uma dessas três marcas, pois estará provavelmente comprando algo ultrapassado ou de baixíssima qualidade. Ainda há o risco de se comprar “gato por lebre”, caso não esteja comprando em uma loja confiável. Então anota aí essas marcas e não erre a hora da compra.

Das três marcas citadas, a Panasonic é geralmente tida como a melhor. Há uns dois anos a Pioneer era a líder em termos de qualidade de TVs de plasma, com sua linha Kuro (palavra que significa preto em japonês, representando o fato de que essas TVs tinham o melhor nível de preto entre as plasmas da época), porém, mesmo com a alta qualidade dos aparelhos, não estava conseguindo se sustentar no mercado de TVs e decidiu sair de cena. A Panasonic adquiriu a tecnologia e desde então a utiliza em sua linha Viera, considerada por muitos a melhor do mercado.

Resumindo

TVs de plasma tem, em geral, melhor qualidade de imagem, melhor nível de preto (e, consequentemente, melhor contraste), maior ângulo de visão, exibem imagens em movimento rápido com maior precisão e são em geral mais resistentes a “pancadas”.

Por outro lado consomem bem mais energia, são mais pesadas, tem maior espessura e estão disponíveis apenas em modelos a partir de 42 polegadas.

Quero saber sua opinião. Você tem uma plasma? O que acha dela? Está satisfeito? Prefere uma plasma a uma LCD ou uma LED? Gostou do texto? Tem algo a acrescentar? Seu comentário é muito bem-vindo.

comentários... | Comentar

Deixe seu comentário