Flock – até agora nada empolgante

É muito provável que a essa hora você já tenha ouvido falar pelo menos uma vez do Flock, um browser — baseado no mesmo engine do Firefox, o Gecko — com algumas funções de interação com ferramentas “sociais” integradas, em forma de aplicações XUL. Ou seja, um Firefox com algumas extensões integradas e disponíveis “out of the box”.

[update]Uma coisa que me irritou logo de início é que, ao iniciar o Flock pela primeira vez, ele se oferece para importar bookmarks e preferências do Opera e do IE, mas não do Firefox. Ora, o engine é o mesmo, a pasta do profile me parece idêntica. Qual a dificuldade então?[/update]

Essas ferramentas são basicamente blogs (os mais populares), fotologs (Flickr) e bookmarks (del.icio.us).

Não consegui me empolgar até agora com ele simplesmente porque as funcionalidades que ele proporciona não funcionam melhor que as soluções já existentes. Aliás, nem chegam a funcionar tão bem quanto.

A ferramenta de integração com sistemas de blog é até interessante mas, pelo menos no caso do wordpress não consegue ser melhor que a interface do próprio sistema. Não adiciona nenhuma facilidade no processo. Eu pelo menos não vejo diferença entre clicar em um botão na barra de ferramentas ou clicar em um botão na barra de bookmarks que me leva à tela de postagem do meu blog. Além disso o editor gera um markup bem estranho, com uma quebra de linha ao fim de cada parágrafo. E mais, não vejo sentido nenhum em ter uma extensão para postagem no browser se toda a administração já é feita dentro do próprio browser.

A opção “Blog This” no menu contexto é interessante. Apesar de já existir uma extensão pra isso. Há outras maneiras de blogar, como usando a “Blog Topbar” ou a “Shelf”. Pode ser interessante para alguns e pode ser que eu mesmo esteja usando e falando disso toda hora daqui a algum tempo, vai saber. Por enquanto, não me encantou.

Sobre os fotologs não posso falar nada, já que não tenho conta no Flickr. Vocês que têm me contem como foi a experiência usando o Flock.

O gerenciamento de bookmarks (que ele irritantemente chama de favoritos), integrado com o del.icio.us, não empolga simplesmente porque já existe uma interface alternativa para ele muito melhor que a extensão do Flock. Já ouviram falar no del.icio.us direc.tor (também em forma de bookmarklet)? Se não, compare-o com a extensão do Flock e me diga qual você acha melhor.

[update]É impressão minha ou o Flock incluiu links no del.icio.us de quem o usou pra gerenciar os bookmarks? Eu vi pelo menos umass 5 pessoas por aí hoje (incluindo eu) que linkaram suas próprias URLs no del.icio.us e, no caso do meu, parece que ele tentou incluir alguma URL não permitida, gerando um link com um aviso. Eu não me lembro de ter postado minha prórpia URL e as pessoas em geral não costumam fazer isso. Como aconteceu no mesmo dia em que todos estavam testando o Flock, só posso supor que foi ele que fez a bagunça.[/update]

A “History Search” foi a funcionalidade que achei mais interessante no Flock. Bem mais útil que o Google Suggest. Funciona assim: enquanto você navega ele vai guardando seu histórico e indexando o conteúdo das páginas com um search engine chamado Clucene. Enquanto você digita algo na caixa de busca (no topo à direita) ele vai sugerindo páginas já visitadas que contêm os termos digitados. Páginas que fazem parte dos seus bookmarks aparecem sempre no topo.

Não vou me estender demais sobre o assunto porque o browser ainda é beta e pode melhorar muito até sua versão final.

Como browser ele é excelente, já que nada mais é que um firefox com extensões integradas. O engine, ao que me parece, não foi modificado.

Aliás, esse é o grande ponto a favor do Flock e o motivo pelo qual, mesmo não tendo me empolgado de início, acho a iniciativa muito válida. Quem sabe esses extras vão chamar a atenção dos não nerds e fazê-los largar de vez aquela aberração em forma de pseudo-navegador (mal) feito por Adrem Resworb e seus miquinhos amestrados (repararam que cada vez mais eu aumento a quantidade de texto necessário pra descrever aquilo?).

É isso. Por enquanto vou continuar usando o Firefox. Até porque não faria sentido trocá-lo por um browser em estágio beta. Mas vou mostrar pros amigos e familiares não nerds e ver o que eles acham.

Ah, e se você quer uma conta no wordpress.com, você pode criar uma mesmo sem um convite. No topo do “Blog Editor” tem um link “Need a blog? Click here to setup one”. Preciso dizer o que tem que fazer?

Leiam também os posts da Simone e do Joildo.

21 Comentários sobre “Flock – até agora nada empolgante”

Faça um comentário

[…] Update: Imediatamente após publicar este post, vejo na ArqHP que uma galera já fez comentários bem mais aprofundados e conflitantes. Cito-os: “(…) Do navegador Flock que até ontem possuía versão para testes só para desenvolvedores e era fechada, a qual na noite de quarta(19/10) já tive acesso.” Joildo Santos. “Não consegui me empolgar até agora com ele simplesmente porque as funcionalidades que ele proporciona não funcionam melhor que as soluções já existentes. Aliás, nem chegam a funcionar tão bem quanto”. Bruno Torres “A primeira impressão é ótima. Toda a interface é também herdada do Firefox. Isto significa redução drástica no tempo de aprendizagem. Tabs, menus, campo de busca, está tudo lá, inclusive o link para baixar as extensões”. Simone Villas-Bôas […]


Eu gostei muito do Flock, e postei uma entrada no meu blog sobre isso: http://dirceu.wordpress.com/2005/10/21/flock-primeiras-experiencias/

Quanto à questão do gerenciador de bookmarks: não é impressão sua não, é verdade. Coloquei uns 12 links na minha barra dos favoritos e depois tive que apagá-los do del.icio.us :(

Fazia tempo que só lia suas notícias por RSS e não entrava no site, portanto não sei se faz muito tempo que você atualizou o layout, mas está muito bom. Parabéns.


Opa,

Cara achei a interface dele bem bacana, o skin original é mais clean, leve e moderno que do firefox… estou usando ele por enquanto, só testes mesmo… ainda não confio a troca do meu FireFox por nada…

Interface legal também aqui no blog… clean e cool

Rafael Apocalypse


Eu gostei bastante, apesar de ter usado durante 45 min hoje de madrugada, mas a primeira impressão que tive era o Firefox com um skin.
Mas tirando a interação que vc mesmo ja citou realmente “ainda” não tem nada de mais.


Achei uma bela bosta este Flock, talvez instale nova versao daqui a 5 ou 6 meses p/ ver se progrediu… por enquanto, muito hype por NADA.


#6 | flipe

eu achei interessante a idéia do flock, só não gostei do favoritos, muito complicado!

porém, para versão que uso, 0.5pre, ele ta muito rápido e estável!

acho q ele tem futuro se continuar com um sério desenvolvimento, e acho q vai oferecer perigo para o firefox!

agora, “de nada empolgante” para mim foi a versão 1.0a do seamonkey! :(

eu sou usuario do mozilla(lagarto), e o seamonkey não me empolgou!

falo!


Devemos considerar que estamos usando uma versão de testes do navegador. Há bugs de sobra, falta integração com diversos outros sites e até erros gramaticais. Tudo isso deve ser reportado no site deles.

Sobre os posts aparecendo no del.icio.us, é o botão que fica do lado da URL. Eu mesma publiquei um catatau de bobagens. Falta um feedback ali para dizer que o link foi cadastrado.

O importante de tudo isso para a gente que pensa e esenvolve para a Web é absorver o conceito desta nova ferramenta e ver no que ela pode nos ser útil.

[]s


Ainda prefiro Firefox! \o/


Eu achei ele mais rápido para iniciar, acho melhor que o MSIE gostei da leveza, mais em minha opinião trata-se de um template do firefox, ou assim chamando irei chamá-lo de Firefox Lite. pra mim ta tudo desorganizado essas guerras de browsers deveria existir um sistema da Mozila Foundation, assim como somente o FIREFOX e ter mais ferramentas padrões como o Opera e mais suporte para as media aural, etc.

O projeto Netscape ta a mesma coisa, deveria ser descontinuado o netscape, o mozila, o flock e apenas ficar o internet explorer lógico (I Love Scroll Bar Color hehe (only !!!)), firefox e opera.

…depois com certeza eu fosse a Microsoft nao me preocupararia com os 10% no máximo de usuários não INTERNET EXPLORER, vai ficar a confusão do LINUX, é uma “PUTARIA SÓ” pois qual é o melhor, pra que serve aquilo, enquanto o bom e velho e acostumado usuário comum pega uma cópia pirata do mais atual Sistema MS, e boas, tá tudo alí, ele faz tudo, turbina a máquina e ainda joga de tudo…

é a mesma coisa pra veber webstandards,chegue para seu cliente leigo que apenas pede um site e diga: eu faço xhtml, sou certificado internacionalmente w3c (gastei uns 400US pelas provas, cursos, etc)
eu domino html e xhtml, faço quase que sem pesquisa alguma “tudo na UNHA”, eu faço aquilo, isto, e seu cliente ficará perdido !!!

Por isso acho bom o conceito de padronizar uma coisa apenas, e não milhões, pra que complicar ? se podemos facilitar (Pra que facilitar se eu posso complicar – “Beetowem”)…

….{}-


#10 | Tomás

O flock é um lixo, mas deve ser aplaudido por um grande marketing, antes mesmo de ele ser lançado ele saiu em versões on-line de jornais e revistas conceituados, ou seja, o cara do marketing deve ser FODA.

A parte da programação não é nada demais, e ele não apenas usa a engine gecko, ele É um firefox por dentro, só a maquiagem que tá diferente.


Flock é um firefox que não aceita seus temas nem seus plugins :(

Usei ele aqui no Linux e notei que ele é ligeramente mais experto que o Firefox para mexer com “algumas abas” abertas ao mesmo tempo, mas mesmo assim prefiro a raposinha. Nada de muito novo o flock trouxe para mim pois deixo na barra de favoritos um link para adicionar a url e para ver minha lista no del.icio.us, é bem fácil incluir a url ou consultar como está aqui. Não usei o negocio do flickr nem para blogar direto, mas prefiro com certeza fazer isso manualmente :D

Unica coisa que eu gostei no flock foi o design padrão, tem um jeito Safari de ser. Ficou bem bonito e nem por isso pesado. Quem sabe um tema para o Firefox? :D

O flock pode ser uma boa pedida para os “preguiçosos” que gostam de integrar tudo em apenas um software, mas eu ainda prefiro manualmente. :D

[]s


#12 | Nelson

O gerenciador de bookmarks dele é bem legal, o ruim que ele coloca tudo no del.icio.us, n achei nenhum lugar pra configurar isso, porque enche o saco ele ficar pondo tudo la…



Mais um navegador inútil no mercado, segundo minha opnião, Poderiam simplesmente lançar uma extensão para o Firefox que integrasse esses serviços do Flock.

Eu testei o browser e não gostei. A princípio, achei muito pesado e a função do del.icio.us não justifica isso. Não uso flickr e não pretendo deixar de lado a área de administração normal do meu blog. Só resta esperar sair a versão final para ver se melhora.


calma meninos. sem stress.
muitos flockinhos pra vcs.


#16 | M. Gonçalves

Lembretes e esclarecimentos:

1) A versão do Flock disponível é um Developer Preview ou seja, pré-beta (alpha), estando longe de estar completo.

2) O projeto do Flock é direcionado aos aspectos sociais (compartilhamento) de imagens, favoritos, posts e comentários em blogs. Ou seja, se você não gosta disso, quer apenas navegar e ler e-mail, Flock não será o melhor browser para você.

3) O projeto Flock propõe-se a não apenas não competir com o Firefox, como retornar ao projeto Mozilla, desenvolvimentos criados em sua própria comunidade.


[…] Não vou falar sobre as extensões integradas, isso seria reinventar a roda, já que o Bruno Torres já deu um belo apanhado sobre isso no seu post “Flock – até agora nada empolgante“. […]


Pelo o que eu li aqui e em outros lugares vale muito mais a pena continuar com o Fx e instalar estenções com a Flickrfox por exemplo….
ah sei la, nem vou baixar esses flock


Gostei.

Tá, ainda está em beta, mas gostei. Tem extensões do firefox que faz o que o ele faz? Tudo bem. Mas gostei. Sou preguiçoso mesmo. Gosto das novidades dele. Gosto de tudo fácil, no mesmo lugar, poucos cliques.

Gostei do visual, da nova maneira de gerenciar os favoritos, da integração com serviços de comunidades sociais (repararam que todas elas são ou puxam a brasa pro Yahoo!?).

Só acho que falta ele amadurecer. E isso vai acontecer na versão final. Vamos esperar.


Teste o Seamonkey 1.1.x
É a continuação do Mozillão (que já vinha continuando o velho Netscape).
Costuma usar uma versão mais atual do Gecko que o Firefox, o que deixa ele mais rápido. Fora que gerencia melhor a memória e tem mais opções de avançadas de configuração sem precisar passar pelo about:config.


[…] a blogosfera já fez um bom trabalho. O Francisco fez um resumo bastante completo, tem também a `crítica’ do Bruno Torres. Tem também o artigo do Flock no […]


«

»

Deixe seu comentário