BFUT.net no ar

Como já havia dito, fiquei algum tempo sem postar por aqui pois estava finalizando um site e, como o prazo era curto, isso estava consumindo quase todo meu tempo.

Porém, finalmente coloquei o site no ar. Se chama BFUT.net. BFUT é um instituto que ensina aos americanos técnicas de futebol brasileiro e surgiu da incorporação de uma empresa chamada BRUSA (cujo site eu também havia desenvolvido) pela Traffic Sports, conhecida empresa de marketing esportivo, atuante no Brasil, América Latina e Estados Unidos.

O layout foi criado pelo Diego Eis e implementado por nós dois. Na verdade, o markup (XHTML Strict, enviado como HTML) foi todo desenvolvido por mim e o CSS parte por mim parte por ele.

O mais interessante no desenvolvimento desse site foi ter sofrido a pior ameaça que um desenvolvedor web pode sofrer: o site precisaria ser hospedado em um servidor IIS. Sério, pare e pense. Em um servidor IIS não há arquivos .htaccess, o mais próximo que se pode chegar da funcionalidade do mod_rewrite é usando alguma ferramenta de terceiros como o ISAPI Rewrite (que faz um trabalho minimamente decente, nada mais que isso) e em um servidor windows não há acesso SSH. Ou seja, é como capar o pobre desenvolvedor. Dizer a ele que nunhuma das ferramentas que tornam a vida dele mais fácil podem ser usadas.

Felizmente o administrador dos servidores não era lá muito íntimo do PHP e MySQL (pelo menos não no IIS) e, depois de intermináveis tentativas de fazer o negócio funcionar, decidiu por me entregar um servidor linux, com apache, PHP, MySQL e liberdade pra instalar qualquer ferramenta e fazer qualquer configuração que fosse necessária. Respirei aliviado.

A parte triste é que, a essa altura, eu já havia desistido de usar o CakePHP, já que ele não roda lá muito bem no servidorzinho meia-boca da empresa do tio (seu, não meu) Gates. O cake é um framework MVC, fortemente baseado na estrutura do Ruby on Rails, que facilita muito a vida do programador, aumenta a produtividade e ajuda a criar um código mais limpo e fácil de manter (estou investigando atualmente o Symfony, que parece ser muito interessante também).

Mas, apesar dos pesares, o site está no ar e eu fiquei bastante satisfeito com o resultado (e, felizmente, o cliente também ;)). Criei um CMS simples para que o próprio cliente possa gerenciar com facilidade o conteúdo do site.

Usei o WidgEditor, um excelente editor HTML feito pelo Cameron Adams que, apesar de ostentar a assustadora sigla WYSIWYG em sua descrição, gera um markup limpo e, ao menos pelo que pude ver até agora, válido. É fácil de customizar e muito simples de usar pelo usuário leigo (desde que você diga a ele em letras maiúsculas com negrito e itálico, para não colar texto copiado direto do Word dentro da área de edição). Aquele papinho que ouvimos por aí de que não é possível gerar HTML válido porque os editores não entendem da linguagem pode ser classificado de uma vez por todas de “bullshit”. Um elemento SCRIPT no HEAD do HTML e uma class=”widgEditor” em qualquer TEXTAREA e pronto.

Acho que não há muito o que falar sobre o código do site. XHTML simples, CSS, nenhuma técnica muito avançada de marcação ou estilo. Simplesmente o bom e velho feijão com arroz, que é a melhor opção em 99% dos casos. O menu dropdown foi feito usando o Suckerfish, que funciona 100% via CSS nos browsers e via um pequeno script javascript naquele negócio que atende pelo nome de Internet Explorer.

Por agora é isso. O site está no ar e eu gostaria de ouvir os comentários de vocês. Fiquem à vontade.

19 Comentários sobre “BFUT.net no ar”

Faça um comentário

O design ficou muito massa! Parabéns pra você e pro Diego!


Eu não entendo lhufas dessas coisas de servidor, é grego pra mim.

Mas o site ficou muito bonito. Parabéns.


Dei uma navegada e gostei muito. Só faria uma alteração na home, dando uma área de respiro nas laterais (direita e esquerda) onde tem os três quadros maiores embaixo. Acredito que o ideal seria dar a mesma margem dada ao quadro maior e três fotos menores que ficam acima. No mais, bem legal.


Excelente trabalho Bruno. Parabéns!


#5 | Hugo Carvalho

Blz Bruno,

vc poderia monstrar um exemplo do CMS?

o site ficou muito bom, bem limpo em todos os sentidos.


E ae Bruno…

Ficou muito bom o trabalho de vcs. Meus parabéns. Gostaria de saber mais como funciona esses frameworks. Trabalho com php, mas não sou programador hard e faço tudo na mão.

Bom, é isso!

Um abraço!


#7 | andre

Bem que seria uma boa pedida uma explicação das diferenças nos servidores, pois muitas coisas são obscuras nesse meio. Os servidores do bill são ruím, mas parece que ninguém percebe isso, principalmente as operadoras de cartão que não instala em servidores linux . até hoje não consegui uma operadora de cartão que rode no servidor linux , se alguém souber me avise.

baixei o editor e achei muito bom, simples e fácil de usar.

ficou muito bom o site, gostaria de dar mais uma opnião, estou começando nessa área de web, e pouco sei de como desenvolver uma página, quais seriam os passos de criar uma página, mas isso terei que pesquisar.


Também já usei o WidgEditor em um pequeno CMS que já fiz. Ele é bem prático mesmo.


Gostaria de um post sobre Frameworks, não sei sobre isso e acredito que estou perdendo alguma coisa pelo que você disse.
Também tenho curiosidade em ver o CMS.
Ah, e se possível, gostaria de saber de valores, quanto saiu o site?


Great Brunus, certinho cara!!!? Espero que sim!
Belíssimo trabalho caras!!! Continuem assim, inspirando a Web!!!! Bem, Mestre Eis, o que o Usabilidoido falou eu apoio, seus layouts são muito Tableless!!! Espero que a galera comece a desafiá-lo!!!! :)
Quanto ao servidor!!!! Qual o lance do .htaccess, cara?! Segurança de diretório e arquivos do WebServer da Micro$oft é eficiente!!!! :) E com um bom cygwin você resolve seu problema de acesso SSH! :) (risos) Morte a Microsoft né?! tudo bem! :)


Apenas uma retificacao: A Traffic Sports tambem atua no mercado europeu, com sede na Holanda.

Obrigado


Comentei sobre o Symfony num post meu. Parece muito bom, mas ainda não tive tempo de testar…
O problema é que ainda não é todo host que oferece PHP 5, mas com certeza é mais fácil de encontrar que RoR ou Python.
Bom, é aproveitar que a galera tá interessada e estimular boas práticas de desenvolvimento! (e tirar um pouco daquela imagem ruim, e preconceituosa, do PHP).


#13 | Bartus

Opa, blza!
Achei muito bom o teu trabalho, principalmente no uso do Suckerfish carregando o javascript somente para o IE que vou tentar fazer aqui tb.

Agora, qual o sentido de usar o DOCTYPE XTHML para servi-lo como text/html?!

Não seria melhor usar e definição como esse teu blog, em HTML 4.01 strict?!

Tenho lido a respeito dos DOCTYPES em que o autor não recomenda o uso de XHTML doctypes, e também uma defesa mais ferrenha sobre o uso do XHTML e seu mitos.

E a única conclusão que chego é a de que não há muita diferença em usar XHTML ou HTML 4.01, desde que seja no modo strict e o código tenha sido Validado.

A propósito, o TinyMCE também é um bom editor WYSIWYG com saida XHTML 1.0 customizável, e com bem mais recursos.

Vlw T+


Fale mais sobre CMS


Um ótimo trabalho, mas como sempre vou ser sincero.
Minha opinião é que não gotei muito do design, o trabalho com as cores foi muito bom, mas a forma simplista que foi aplicada acabou deixando a coisa pobre e muito igual a alguns sites que a gente ve por ai. Espero que a crítica seja encarada da forma mais madura possível.
Sucesso!


Ficou show mesmo Bruno, parabéns cara!
A melhor coisa que tem é aliar prazer a trabalho.


Bruno, existe algum editor HTML que seja compativel com o navegador Opera? Esse é o segundo que testo que não funciona.
Outra coisa : Você por acaso é o Bruno que trabalhava com o Gustavo?


Pô, ficou bom, hein!


Dae Bruno…

Esse widgEditor não funciona no Internet Explorer? Achei baita massa o negócio, bem fácil de personalizar, mas aqui ele insiste em não funcionar no navegador da Microsoft. Você teve que modificar alguma coisa aí? Ou nem precisou pensar no IE porque os admins usam Gecko?

Valeu!


«

»

Deixe seu comentário